• Até 7 dias para trocar a compra
  • Frete grátis para compras acima de R$ 249
  • Em até 5x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio :(

Estilo de vida

Organização financeira: como cuidar dos gastos pessoais

Publicado em 17.02.2022 |
31 visualizações

Organização financeira: como cuidar dos gastos pessoais

 

of1

Está com dificuldades em manter as contas em dia ou não consegue guardar aquela graninha extra para realizar seus sonhos? Confira essas dicas de organização financeira que mudarão a sua vida!

Quando falamos sobre organização financeira, é comum que muitas pessoas assimilarem a manter as suas despesas em dia, mas esse assunto vai muito além disso.

O processo consiste em saber onde e como investir o seu dinheiro, conquistando assim mais autonomia e um planejamento efetivo ao longo dos meses. 

Acredite, a organização financeira não é um bicho de sete cabeças. Com a mudança de pequenos hábitos, já é possível economizar aquela graninha no fim do mês. 

Neste conteúdo nós vamos te dar algumas dicas para se organizar, economizar e concluir suas metas!

7 motivos para investir na organização financeira

Todos sabemos da importância de ter controle sobre nossas finanças, mas para te encorajar a seguir com seu planejamento, aqui estão 7 motivos para você investir na organização financeira:

1. Com planejamento, será mais simples entender para onde vai cada real gasto de seu bolso;

2. Você terá mais controle para fazer investimentos inteligentes dentro do seu orçamento;

3. Será possível cortar despesas desnecessárias; 

4. Você conseguirá economizar mais e, quem sabe, até deixar a sua poupança bem recheada;

5. Ficará mais fácil ter uma visão assertiva sobre o futuro e começar a traçar os seus planos;

6. Com o passar dos anos, você aumentará as chances de formar um patrimônio com segurança e solidez; 

7. Toda a sua família sairá ganhando e você poderá pensar melhor em sua aposentadoria.

Dicas práticas de organização financeira para 2022

of2

Um método para não perder o foco em sua organização financeira é sempre ter metas e objetivos estabelecidos, dessa forma é mais difícil se deixar levar as tentações do dia a dia.

Nada de pânico! Entender - e praticar - a organização financeira é bem mais simples do que parece. 

Daqui para frente, você só precisa investir em pequenas práticas para, em pouco tempo, ter mais conhecimento e controle de seus gastos. Espia só as dicas que separamos!

1. Conheça suas despesas 

A primeira etapa da organização financeira é ter um panorama sobre a sua situação financeira atual. Isso mesmo!


Nessa etapa, será preciso conhecer a fundo a sua renda familiar, ter noção de suas dívidas, despesas fixas e os chamados gastos variáveis - aqueles que podem aumentar ou diminuir mês a mês. 

Por exemplo, destacamos a alimentação, uma despesa que tende a oscilar dependendo do preço dos produtos no supermercado, padaria e restaurantes.


A partir desse ponto, vai ficar mais fácil realizar um planejamento certeiro e traçar as metas que melhor se encaixam em seu perfil.

2. Corte os gastos superficiais

Após entender a sua situação, chega o momento de observar todos aqueles gastos que podem ser cortados. 

Ou seja, despesas superficiais que uma vez removidas do planejamento não causarão grandes incômodos. Nesta lista, você pode incluir as seguintes opções: 

  • Clubes de assinatura: normalmente, são focados em vinhos, maquiagens, produtos de beleza e até produtos para pets;

 

  • Plataformas digitais: esse é o acaso de serviços como Netflix, Spotify e até alguns aplicativos pagos; 

 

  • Pacote de comunicação: consistem nos pacotes de TV a cabo, internet, linha telefônica e celular. Você não precisa eliminar todos de sua rotina, mas sim, verificar opções mais em conta; 

  • Lazer: reduza as idas ao salão de beleza, almoços e jantares em restaurantes, pedidos por aplicativos e demais passeios custosos nos finais de semana. 

Lembre-se: Não é preciso cortar tudo que está nesta lista, ela serve como um incentivo para analisar o que pode ser cortado, ou até mesmo reduzido.

Caso você viva com outras pessoas na mesma casa, vale a pena ter uma conversa e verificar quais custos são indispensáveis para cada um — e quais merecem ser cortados. 

De todo modo, é sempre bom ter em mente que essa estratégia não deve ser 100% radical, mas sim, equilibrada, com foco em reduzir exageros. Combinado?

3. Saiba quais são as suas prioridades

of3

Saber separar o que realmente importa, de gastos supérfluos é essencial para se ter uma boa organização financeira. 

Se, de um lado, é preciso retirar do orçamento todos os gastos superficiais, do outro, você precisará considerar o que é imprescindível para você. 

Portanto, nessa etapa da organização financeira será necessário definir as suas prioridades e metas. 

Além de questões que envolvem a alimentação, gastos com saúde, higiene, educação, segurança e bem-estar, é bacana incluir os seus planos e objetivos para o futuro. 

A sua ideia é comprar uma casa nova? Fazer uma super viagem em família? Ou então, ter aquele carro que sempre sonhou? Lembre-se de incluir todas essas questões em seu planejamento. 

Para conquistar esses sonhos, será preciso identificá-los e, a partir disso, traçar um prazo para alcançá-los e quanto será preciso guardar para isso. 

E é claro! Sempre considerando a sua renda e quanto dinheiro você conseguirá economizar por mês. 

Somente com foco - e muita perseverança - será possível concluir essa tarefa com eficiência e sem grandes sufocos.

4. Pague suas contas dentro do vencimento

Sim, sabemos que essa dica de organização financeira é um tanto óbvia. Mas, muitas pessoas ainda não a colocam em prática!

Para evitar dor de cabeça, comece a pagar todas as suas contas em dia. Isso porque, quando quitamos as dívidas fora do prazo de vencimento, corremos o risco de sofrer com multas e juros - muitas vezes, abusivos. 

Além disso, é comum que alguns boletos, principalmente de mensalidades recorrentes, como de educação ou contas de telefone, deem desconto para quem paga antes do prazo de vencimento. 

Fique atenta a esses casos e nunca, nunca mesmo, deixe o pagamento para a última hora. 

Esse processo pode ser realizado de uma forma bem simples: criando uma planilha de gastos e incluindo em sua agenda todos os vencimentos de suas contas. 


E mais! Existem vários aplicativos que podem te ajudar nessa empreitada, sabia? A seguir, mostramos aqueles que estão em alta no momento:

Na prática!

of4

Se você não é do tipo que gosta de aplicativos, também vale anotar tudo em um caderno exclusivo para as finanças.  

 

Manter a organização financeira em dia pode ser um pouco difícil no começo, mas com foco, em poucos meses você vai estar craque na atividade.

 

Uma vida financeira estável também é uma forma de cuidar de si, e do seu futuro, aliás, ninguém gosta de se preocupar com contas atrasadas.

Diz aí, curtiu conhecer esses truques para ter mais organização financeira? Então agora é só colocar tudo isso em prática! 

Por aqui, estamos na torcida para que você tenha mais tranquilidade e consiga colocar os seus planos em ação. 

Caso tenha achado essa leitura interessante, não deixe de compartilhá-la com aquela sua amiga que está sempre sofrendo com o cartão de crédito.

E em nosso blog você encontra mais conteúdos sobre autocuidado, família e decoração, não perca!

.

 

Gatza e os cookies: a gente usa cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.